Memórias de Anita Prestes

No livro Viver é tomar partido: memórias, Anita Leocádia Prestes narra sua trajetória de vida, militância e pensamento. Autora de mais de uma dezena de livros sobre a história do comunismo no Brasil e no mundo, passando pela vida de seus pais, a historiadora lança agora esse relato memorialístico em que momentos importantes da história mundial são mesclados as suas vivências pessoais.

Nessa obra, Anita Prestes registra as impressões dos episódios que marcaram sua vida, explorando acontecimentos pouco divulgados pelos meios de comunicação, na expectativa de que sejam experiências úteis para as novas gerações. Os onze capítulos que compõem o livro acompanham o percurso da filha de presos políticos nascida num campo de concentração da Alemanha nazista, sua libertação, a infância junto da avó, costurado sobre o pano de fundo da história do século XX. A ascensão e a queda do governo Vargas, os diversos fechamentos do PCB, a prisão de seus pais, a execução de sua mãe pelo governo Hitler, golpes e anistias são feitos tecido de uma vida de militância, que nunca hesitou em declarar seu caráter partidário comunista.

Fonte: site da editora Boitempo

Ficha técnica
Título: Viver é tomar partido: memórias
Autora: Anita Leocádia Prestes
Editora: Boitempo
Ano da publicação: 2019
Páginas: 376
Preço: R$ 57,00

Publicado em Livros | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

O neofascismo no poder (ano I)

“À maneira desigual e combinada, o Brasil de Bolsonaro, neste primeiro ano de governo neofascista, se moderniza e se torna cada vez mais desigual, exibindo todo o caráter recente e simultaneamente decrépito do nosso capitalismo financeirizado, digital e on demand. As altas dosagens de machismo, homofobia e militarismo ajudam a conservar ativa e funcional a velha plantation, e, por detrás da máscara do moderno empreendedor e ativista da filantropia, não há senão o tacanho, sórdido e vetusto rosto do senhor de engenho de antanho. Se o futuro proposto por esses velhos-novos senhores é, em uma palavra, uma barbárie moderna (ou um futuro bárbaro), cabe então aos escravos do tempo presente a tarefa de construir um verdadeiro amanhã, no qual armas, opressões e Bolsonaros não poderão ter lugar senão nos livros e museus de História.

Essa hercúlea tarefa, para que seja ao menos tentada a sério, não pode prescindir de uma interpretação rigorosa do processo real, à escala estrutural e conjuntural, o que em linguagem marxista se costuma chamar de uma análise concreta de uma situação concreta. De modo lacunar e certamente dotado de imperfeições, é isso que, modestamente, a presente coletânea pretende oferecer ao leitor. Composta por artigos escritos no calor de um torvelino de acontecimentos, esta pequena obra tem como objeto de investigação justamente o governo neofascista de Bolsonaro em seu primeiro ano trágico e nada monótono, arriscamos dizer. A multiplicidade de fatos, questões e aspectos presentes neste início de governo praticamente impele seus eventuais intérpretes a fazer opções temáticas e recortes analíticos, dos quais evidentemente não pudemos escapar. Nesse sentido, o conjunto das reflexões aqui contidas oferece uma entre várias interpretações possíveis dentro da perspectiva marxista acerca do primeiro ano do neofascismo brasileiro no poder. A partir dos autores e assuntos selecionados, escolhemos um caminho interpretativo do governo Bolsonaro que nos pareceu, por ora, o mais interessante cientes, claro, de que, ao menos nesse caso, o caminho não é um só.” (Orelha do livro)

Ficha técnica
Título: O neofascismo no poder (ano I): análises críticas sobre o governo Bolsonaro
Organizadoras/es: Juliana Fiuza Cislaghi e Felipe Demier
Autoras/es: Ana Elizabete Mota, Carlos Zacarias Sena Júnior, Cleier Marconsin, Elaine Behring, Gilberto Calil, Guilherme Leite Gonçalves, Marcelo Badaró Matos, Mira Caetano, Tatiana Poggi e Valério Arcary
Editora: Consequência
Ano da publicação: 2019
Páginas: 240
Preço: R$ 40,00

Publicado em Livros | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Práxis e hegemonia popular n.5

A IGS-Brasil (International Gramsci Society) comunica o lançamento do número 5 da revista Práxis e hegemonia popular, intitulado Os estudos gramscianos e a filologia vivente no século XXI. Todos os artigos podem ser acessados livremente no site da IGS-Brasil. Esta edição conta com artigos de Agustin Artese, Angelo D´Orsi, Bárbara White e Ana Valéria Pereira, Érika Laurinda Amusquivar, Javier Balsa, Leonardo Belinelli, Miguel Ángel Zgaib, Paolo Nosella, Rejane Hoeveler, Rodrigo Jurucê Gonçalves, Rodrigo Lima e Ana Lole.

Clique aqui para acessá-los e boa leitura.

Publicado em Revistas | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Novos rumos, v.56, n.2 (2019)

A revista Novos Rumos, do Instituto Astrojildo Pereira, apresenta o número 2 do volume 56 publicado no final de 2019. Abaixo publicamos o sumário completo da revista e seus respectivos artigos, que podem ser acessados gratuitamente:

Palavras do editor, de Marcos Del Roio

Lembranças revolucionárias de 1959: Revolução Cubana, José Martí e Julio Mella, de Angélica Lovatto

Glosas al pensamiento de José Martí. Un libro que debe escribirse, de Julio Antonio Mella

Imperialismo, tirania, soviete, de Julio Antonio Mella

A provocação imperialista aos sovietes, de Julio Antonio Mella

José Martí: del liberalismo ao democratismo antiimperialista, de Isabel Monal

Marxismo e comunismo nos 200 anos de nascimento de Marx, de Domenico Losurdo

Interregno hegemônico? Uma avaliaão sobre a hegemonia dos Estados Unidos a partir da análise das relações de força dos cadernos carcerários de Gramsci, de Rodrigo Duarte Fernando dos Passos

Da soberania popular à accountability: as disputas sobre a definição de democracia e a política externa estadunidense, de Rejane Hoeveler

O problema nacional na Guiana Francesa e a luta pela independência, de Iuri Cavlak

Trabalho e ação coletiva no Wall Mart Brasil, de Patrícia Rocha Lemos

A agonia do nacional-popular, de Luciana Goiana Barboza

Publicado em Revistas | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Introdução à crítica da economia política

“Quase um século e meio após a morte de Karl Marx, sua obra continua viva! No plano internacional, podemos observar o aumento da desigualdade social, crescente financeirização da economia e ascensão da extrema direita. Compreender a complexidade dos movimentos do capital no presente exige, destarte, rigor teórico para fins de práxis transformadoras. O livro Introdução à crítica da economia política, da editora Lutas Anticapital, se faz premente para a leitura da realidade concreta, não somente porque reúne textos viscerais da obra de Karl Marx e outros clássicos da teoria marxista internacional e nacional, mas também porque, através de relevantes pesquisadores e pesquisadoras da contemporaneidade, atualiza a análise do concreto à luz do método marxiano, desde um contexto mais universal às suas expressões mais singulares. Como não poderia deixar de ser, o livro também aponta para os desafios e a necessária organização política da classe trabalhadora na perspectiva emancipatória.” (Lívia Moraes)

O livro é organizado por Henrique Tahan Novaes, Rogério Fernandes Macedo e Fabio Castro e traz artigos de Karl Marx, Friedrich Engels, Rosa Luxemburgo, Florestan Fernandes, Aloisio Teixeira, François Chesnais, Jorge Greespan, Leda Paulani, Marcelo Carcanholo, Paul Singer, Plinio de Arruda Sampaio Jr. e outros.

Ficha técnica
Título: Introdução à crítica da economia política
Organizadores: Henrique Tahan Novaes, Rogério Fernandes Macedo e Fabio Castro
Editora: Lutas anticapital
Ano da publicação: 2019
Páginas:
Preço: R$ 50,00

Publicado em Livros | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Marx e o marxismo, n.13, v.7 (2019)

O Núcleo interdisciplinar de estudos e pesquisas sobre Marx e o marxismo (NIEP-Marx) da UFF lançou o número 13 (vol.7) da revista Marx e o marxismo.

Confira abaixo o sumário completo da revista e os respectivos link para leitura dos artigos:

Artigos

Contribuições da teoria da reprodução social para o debate contemporâneo sobre as opressões, de Rhaysa Fonseca

Definitivamente, Marx não foi um economista clássico!, de Adriano Lopes Almeida Teixeira

Linguagem e política no O Dezoito Brumário de Luís Bonaparte de Karl Marx, de Javier Balsa

Economia de trocas de presentes: para uma teoria do modo de produção pré-capitalista (parte 2), de João Bernardo

As revoltas por democracia socialista no “bloco soviético” e as transformações do stalinismo (1953-56), de Marcio Lauria Monteiro

Fascismo e contrainsurgência: esboço sobre contribuições da teoria marxista da dependência em relação ao caráter dos Estados de exceção na América Latina, de Gustavo Santos da Silva
Notas críticas

Bolivia: del progresismo al golpe de Estado y la réplica de Guaidó, de Adrián Sotelo Valencia

El gobierno trucho y la resistencia indígena-popular en Bolivia, de Adrián Sotelo Valencia

Publicado em Revistas | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Chamamento ao povo brasileiro

Chamamento ao povo brasileiro é um livro organizado por Vladimir Safatle com ensaios, cartas, manifesto e poemas de Carlos Marighella, incluindo textos que só circularam clandestinamente, com nova edição após muitos anos fora de catálogo. Militante comunista desde a juventude, deputado federal constituinte pelo PCB e, depois de romper com o seu partido de mais de três décadas, fundador do maior grupo armado de oposição à ditadura militar – a Ação Libertadora Nacional, Marighella já foi considerado o “inimigo número um” do regime. A ALN chegou a participar de assaltos a bancos, carros-fortes e trem-pagador, e do famoso sequestro do embaixador americano Charles Elbrick, ainda que seu líder não soubesse da operação.

O volume inclui o livro integral Por que resisti à prisão (1965); textos de análise política do país e a ruptura com o PCB, escritos sobre a luta armada, incluindo Frente a frente com a polícia e Cartas de Havana, além de poemas e sátiras de Marighella.

Fonte: site da editora Ubu

Ficha técnica
Título: Chamamento ao povo brasileiro
Autor: Carlos Marighella
Editora: Ubu
Ano da publicação: 2019
Páginas: 320
Preço: R$ 59,90

Publicado em Livros | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário