O marxismo ocidental

Nascido no coração do Ocidente, o marxismo se disseminou, com a Revolução de Outubro, por todos os cantos do mundo, desenvolvendo-se de maneiras diferentes e contrastantes, de acordo com o contexto histórico, social e econômico. À diferença do oriental, o marxismo ocidental perdeu o vínculo com a revolução anticolonialista mundial – ponto de virada decisivo do século XX – e acabou sofrendo um colapso.

Em seu novo livro, Domenico Losurdo conta a parábola do marxismo ocidental: seu nascimento, sua evolução e sua queda. Uma obra polêmica e combativa, que pode ser considerada uma espécie de acerto de contas com o percurso do marxismo ocidental, repassando toda a sua trajetória até suas figuras atuais, como Slavoj Žižek, David Harvey, Alain Badiou, Giorgio Agamben e Antonio Negri, sem deixar de visitar pensadores já clássicos como Theodor W. Adorno, Max Horkheimer, György Lukács, Herbert Marcuse, Louis Althusser, Ernst Bloch e Jean-Paul Sartre. Losurdo diagnostica a “morte” do marxismo ocidental, retraça sua gênese e coloca questões decisivas: seu renascimento seria possível nos dias atuais? Sob quais condições?

Fonte: site da editora Boitempo

O Marxismo Ocidental

Ficha técnica
Título: O marxismo ocidental: como nasceu, como morreu, como pode renascer
Autor: Domenico Losurdo
Tradução: Ana Maria Chiarini e Diego Silveira Coelho Ferreira
Editora: Boitempo
Ano da publicação: 2018
Páginas: 232
Preço: R$ 49,00

Publicado em Livros | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Gramsci e a emancipação do subalterno

As observações de Gramsci sobre a subalternidade são muito importantes para se entender como operam os modos de dominação ou de adestramento da subjetividade. A ação continuada desses processos naturaliza os conflitos sociais, que transparecem sobretudo nos momentos de reação conservadora. Nesse contexto, o trabalho teórico de Gramsci – que reafirma a importância de uma historiografia das classes subalternas a fim de elaborar sua própria linguagem como condição de emancipação humana – torna-se essencial. Dessa perspectiva, a presente obra de Marcos Del Roio – intitulada Gramsci e a emancipação do subalterno – nos traz uma grande contribuição tanto para conhecer o contexto político a partir do qual Gramsci se posiciona quanto para explicitar as contradições de nossa realidade.

Fonte: site da Editora da Unesp

Livro

Ficha técnica
Título: Gramsci e a emancipação dos subalternos
Autor: Marcos Del Roio
Editora: Unesp
Data da publicação: 2018
Páginas: 258
Preço: R$ 62,00

Publicado em Livros | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Cadernos filosóficos

Cadernos filosóficos reúne um conjunto de textos que, embora pouco conhecido do grande público, é considerado fundamental para a trajetória teórico-prática dos intensos dez últimos anos de vida de Lenin. Desafiadoras, essas anotações sobre obras e palestras de Hegel centradas na lógica, na dialética e na filosofia da história documentam um momento de transição no pensamento leniniano.

Com a eclosão da Primeira Guerra Mundial, em 1914, e a cisão por ela gerada no interior da Segunda Internacional, Lênin viu-se forçado a deixar seu exílio na Polônia e estabelecer-se na Suíça, país neutro no conflito. No período em que esteve em Berna, Lênin leu, fichou e comentou textos filosóficos de diferentes épocas e procedências, de Aristóteles a Hegel e Marx, passando por Feuerbach, Plekhánov e muitos outros. Todos convergiam, no entanto, para uma preocupação central: a fundamentação dialética da transformação social. Ainda que fragmentárias, suas anotações representam uma mudança qualitativa em relação a sua obra filosófica conclusa mais conhecida, Materialismo e empiriocriticismo.

A maioria dos ensaios, manuscritos, fragmentos e notas que compõem o volume foi publicada pela primeira vez em 1929-1930, na União Soviética, como parte da Coletânea Lênin. A edição da Boitempo conta com os textos-base traduzidos diretamente do russo pelo coletivo das Edições Avante! e com revisão da tradução de Paula Vaz de Almeida, introdução de Henri Lefebvre e Norbert Guterman, elaborada em 1935 e traduzida do francês por José Paulo Netto e posfácio de Michael Löwy.

Fonte: site da editora Boitempo

Cadernos Filosóficos

Ficha técnica
Título: Cadernos filosóficos
Autor: Vladimir Illitch Lênin
Editora: Boitempo
Ano da publicação: 2018
Páginas: 392
Preço: R$ 59,00

Publicado em Livros | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Superexploração na agroindústria canavieira brasileira

O livro Pagamento por produção, intensificação do trabalho e superexploração na agroindústria canavieira brasileira, de Juliana Guanais, é um exemplo da realidade crua e cruel do trabalho nos canaviais paulistas. É o avesso da grandiosidade da produção de açúcar e do etanol, considerado pelo discurso dominante como energia limpa. A maior contribuição teórica do livro se assenta na discussão do conceito de superexploração.

Ao incorporar as reflexões de Karl Marx e Ruy Mauro Marini Marini, a autora vai, didaticamente, trazendo os conceitos de valor e preço da força de trabalho, para, em seguida, concluir que há, no caso estudado, a superexploração. Outro ponto a ser destacado se refere ao material de pesquisa produzido: entrevistas com trabalhadores no estado de São Paulo e no município paraibano de Tavares, local de muitos migrantes para o corte de cana; observação, caderno de campo, fotografias, além de dados secundários e outros documentos.

Fonte: site da editora Expressão Popular

pagamento-por-producao

Ficha técnica
Título: Pagamento por produção, intensificação do trabalho e superexploração na agroindústria canavieira brasileira
Autora: Juliana Biondi Guanais
Editora: Outras Expressões
Ano da publicação: 2018
Páginas: 376
Preço: R$ 35,00

Publicado em Livros | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

O privilégio da servidão

O livro O privilégio da servidão, de Ricardo Antunes, apresenta um retrato detalhado da classe trabalhadora hoje, em suas principais tendências. O estudo apresenta uma análise detalhada das mudanças trabalhistas que ocorreram na história recente do país, desde a redemocratização até o impeachment de Dilma Rousseff. O seu eixo está em compreender a explosão do novo proletariado de serviços, que se desenvolve com o trabalho digital, on-line e intermitente.

Antunes demonstra como estão se manifestando essas tendências tanto nos países da Europa quanto no Brasil, apresentando elementos presentes na nova morfologia do trabalho. Os adoecimentos, padecimentos, precarizações, terceirizações, desregulamentações e assédios parecem tornar-se mais a regra do que a exceção.

Fonte: site da editora Boitempo

O privilégio da servidão

Ficha técnica
Título: O privilégio da servidão: o novo proletariado de serviços na era digital
Autor: Ricardo Antunes
Editora: Boitempo
Ano da publicação: 2018
Páginas: 328
Preço: R$ 64,00

Publicado em Livros | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Superexploração do trabalho no século XXI

Organizado por Juliana Guanais e Gil Felix, o livro Superexploração do trabalho no século XXI: debates contemporâneos consolida a interlocução entre um grupo de pesquisadores que foi reunido pelo renovado interesse pela obra de Ruy Mauro Marini (1932-1997), intelectual e militante marxista brasileiro que ao longo de sua vida dedicou-se intensamente ao estudo da América Latina, mas que, durante muito tempo teve suas obras pouquíssimo difundidas em seu país de origem, contrastando com o que ocorre em outros países latino-americanos.

Neste sentido, o livro integra um esforço recente que busca divulgar as obras e o pensamento de Marini para o público brasileiro. Porém, o faz a fim de resgatar
especialmente seu legado teórico e, a partir dele, contribuir para a reflexão crítica do capitalismo no século atual. Para tanto, sob distintos pontos de partida e trajetórias de investigação científica diferenciadas, analisando dados de pesquisas teóricas e empíricas sobre o modo de produção capitalista das últimas décadas, os autores aqui reunidos destacam uma categoria central no pensamento de Marini: a superexploração do trabalho. Além de uma apresentação de autoria dos organizadores e de capítulos dos mesmos, o livro conta com capítulos inéditos de Adrián Sotelo Valencia (UNAM), Ana Alicia Peña López (UNAM) e Nashelly Ocampo Figueroa (UNAM) e de Giovanni Alves (UNESP).

Capa livro Superexploração do trabalho no século XX debates contemporâneos 2018

Ficha técnica
Título: Superexploração do trabalho no século XXI: debates contemporâneos
Organizadorxs: Juliana Guanais e Gil Felix
Autores/as: Adrián Sotelo Valencia, Ana Alicia Peña López, Gil Felix, Giovanni Alves, Juliana Guanais, Nashelly Ocampo Figueroa
Editora: Editorial Práxis
Ano da publicação: 2018
Páginas: 166
Preço: R$ 32,00

Publicado em Livros | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Marx e o nascimento da sociedade moderna, vol.1

Com a missão de completar as insuficiências comuns nas outras biografias disponíveis e, inclusive, corrigir seus erros factuais, Michael Heinrich também se dispôs a escrever com franqueza, escapando das armadilhas que levaram muitos autores anteriores a tratar Karl Marx de forma a fundamentar uma imagem já existente, deixando muitas vezes a impressão de que a intenção não era investigar o biografado, mas meramente reafirmar o que se conhecia dele. Para isso, Heinrich diferencia com exatidão o que é comprovado por fontes do que é apenas uma hipótese, ora mais, ora menos plausível. Neste primeiro volume, o autor investiga os anos iniciais de Marx, de sua infância aos anos de formação intelectual, em que doutorou-se na Universidade de Iena. Os dois volumes seguintes estão previstos para 2020 e 2022.

Fonte: site da editora Boitempo

Karl Marx e o nascimento da sociedade moderna

Ficha técnica
Título: Karl Marx e o nascimento da sociedade moderna. Biografia e desenvolvimento de sua obra. Volume 1, 1818‑1841.
Autor: Michael Heinrich
Editora: Boitempo
Ano da publicação: 2018
Páginas: 472
Preço: R$ 69,00

Publicado em Livros | Marcado com , , , , | Deixe um comentário