Marx e o fetiche da mercadoria

Marx e o fetiche da mercadoria: contribuição à crítica da metafísica mostra como o fetiche da mercadoria é uma continuidade do fetiche da religião e da metafísica criticado por Marx em sua juventude. O livro mostra como o mundo moderno da mercadoria continua a história das duplicações e das fantasmagorias da religião cristã e da metafísica, tais como aquém e além, relativo e absoluto, essencial e não essencial, humano e divino, mundano e sagrado, ao produzir o dinheiro como o Deus do mundo da mercadoria e uma cultura alienada, fetichizada e reificada correspondente à devoção mística e religiosa deste novo Deus.

Marx e o Fetiche da Mercadoria

Ficha técnica
Título: Marx e o fetiche da mercadoria: contribuição à crítica da metafísica
Autor: Jadir Antunes
Editora: Paco Editorial
Ano da publicação: 2018
Páginas: 408
Preço: R$ 59,90

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s