Anti-Dühring

No ano em que se completam doze décadas da morte de Friedrich Engels (1820-1895), a Boitempo lança a primeira tradução direta do alemão de um de seus mais celebrados textos, A revolução da ciência segundo o senhor Eugen Dühring, mais conhecido como Anti-Dühring. Publicada em livro originalmente em 1878, a obra reúne materiais escritos entre 1877-1878 para o jornal dos social-democratas alemães, o Vorwärts. Anti-Dühring, considerado um dos melhores escritos de Engels e leitura imprescindível para a introdução ao pensamento marxiano, foi concebido como uma resposta ao também alemão Eugen Dühring, que havia criado sua própria versão do socialismo, baseada em uma teoria “autocrática” que excluía a teoria marxiana.

O livro é dividido em três seções – Filosofia, Economia Política e Socialismo – e, em cada uma, Engels discute temas como moral, igualdade, liberdade, necessidade, verdades eternas, a dialética “quantidade e qualidade”, teoria do poder, teoria do valor, renda fundiária, entre outros assuntos. O texto engelsiano logo converteu-se num “clássico”: formou as primeiras gerações de marxistas e se constituiu, “após o Manifesto Comunista, [n]a mais popular introdução ao marxismo”, segundo Gareth Stedman Jones, especialista nas obras do filósofo.

Fonte: site da editora Boitempo

Anti Duhring

Ficha técnica
Título: Anti-Dühring
Autor: Friedrich Engels
Tradutor: Nélio Schneider
Editora: Boitempo
Ano da publicação: 2015
Páginas: 384
Preço: R$ 59,00

Esse post foi publicado em Livros e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s