Espetáculo, fetichismo e ideologia

Espetáculo, fetichismo e ideologia é a última obra do filósofo e militante francês Daniel Bensaïd, e conta com prefácio, na edição brasileira, de Michael Löwy. “Trata-se de uma obra inacabada, mas de uma extraordinária riqueza”, escreve. Bensaïd aborda, aqui, os seguintes temas: “servidão involuntária”, “mitos e lendas da dominação”, “da alienação à coisificação”, “em busca da totalidade perdida”, “eclipse da razão crítica” e “do espetáculo ao simulacro”. O fio condutor do livro é um esboço de “genealogia do desespero”, uma análise crítica dos pensadores que parecem considerar que a dominação do capital não tem limite. Alguns dos pensadores aqui analisados são Lukács, Herbert Marcuse, Guy Debord, Baudrillard e Agambem. Bensaid opõe a esta concepção o “pensamento estratégico”, que busca uma saída nas práticas, na crise, no partido. Este é o título de um último capítulo que não teve tempo de escrever e deixa para refletirmos.

Espetaculo fetichismo e ideologia

Ficha técnica

Título: Espetáculo, fetichismo e ideologia

Autor: Daniel Bensaïd

Editora: Plebeu Gabinete de Leitura

Ano da publicação: 2013

Páginas: 132

Preço: R$ 20,00

Esse post foi publicado em Livros e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s