O conceito de dialética em Lukács

O conciso ensaio que dá título a este livro do filósofo húngaro István Mészáros – redigido originalmente entre 1967 e 1968 – é considerado por José Paulo Netto “um dos melhores e mais criativos estudos já publicados sobre a concepção de dialética que se articula e se desenvolve no conjunto da obra de György Lukács”.

Segundo Mészáros, os problemas da dialética ocupam um lugar central no pensamento de Lukács. Isso porque Lukács combateu o predomínio do “marxismo vulgar” no movimento organizado da classe trabalhadora, os ataques dogmáticos à dialética e às glorificações do materialismo mecanicista. Assim, preocupou-se constantemente em defender a validade metodológica universal da abordagem dialética.

O presente volume é enriquecido por vasto material de apoio, em forma de notas explicativas, dados biográficos, caderno de ilustrações, bibliografia, índice remissivo e dois apêndices: o ensaio “György Lukács: a filosofia do ‘tertium datur’ e do diálogo coexistencial”, assinado por Mészáros em 1957, inédito no Brasil; e o artigo crítico “A verdade de uma lenda”, publicado no New Statesman, em 1971.

O conceito de dialetica em Lukacs

Ficha técnica
Título: O conceito de dialética em Lukács
Autor: István Mészáros
Tradutor: Rogério Bettoni
Editora: Boitempo
Ano da publicação: 2013
Páginas: 176
Preço: R$ 39,00

Esse post foi publicado em Livros e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para O conceito de dialética em Lukács

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s