Margem Esquerda 21

Esta edição da revista Margem Esquerda abre suas páginas homenageando um grande intelectual brasileiro, cuja morte completa um ano: Carlos Nelson Coutinho. Em entrevista a Nestor Kohán, concedida em 1999, Carlito traça um paralelo entre a concepção política de Gramsci e a concepção filosófica do Lukács maduro, comentando a correspondência que ele e Leandro Konder mantiveram com o filósofo húngaro. O dossiê deste volume reúne diversos pesquisadores para contribuir com o debate sobre os alegados benefícios de uma redução da maioridade penal, que ciclicamente retorna ao cenário nacional.

Na seção Artigos, a revista apresenta uma seleção eclética do pensamento contemporâneo. Em texto sobre o que chama de “topologia do Estado”, o vice-presidente boliviano Álvaro García Linera discute como os limites geográficos se articulam com as esferas econômica e política de um país. O historiador e filósofo do direito Vitor Sartori trata de alguns posicionamentos de Heidegger e de Lukács sobre a noção de ser, mostrando como ambos partem de críticas a Hegel. O sociólogo Deni Rubbo analisa a obra do peruano José Carlos Mariátegui para tratar do nacionalismo, do internacionalismo e de suas controvérsias na chave do pensamento marxista e na aplicação deste à realidade latino-americana. O economista argentino Jorge Beinstein contextualiza a decadência do capitalismo num longo processo que tem na crise atual uma virada significativa, da qual o sistema não sairá sem enormes convulsões. Por fim, o volume 21 tem o prazer de publicar um texto inédito do historiador Jacob Gorender, a respeito da abrangência e das limitações dos conceitos de “globalização” e “imperialismo”.

A seção Clássico apresenta um texto do editor das obras completas de Marx e Engels no início do século XX, David Riazanov, sobre as cartas trocadas entre Karl Marx e a revolucionária russa Vera Zasulitch no ano de 1881. A seção Homenagem traz um texto do historiador Paulo Barsotti sobre o zoólogo e compositor Paulo Vanzolini, autor de sambas inesquecíveis do cancionário brasileiro. Em Comentário, a professora de Teoria Literária Ana Paula Pacheco discorre sobre os contos de Vento sul, de Vilma Arêas. Na seção Resenhas, Silvio Luiz de Almeida trata do livro Estado e forma política, de Alysson Leandro Mascaro; e Afrânio Mendes Catani, apresenta Poder e desaparecimento, de Pilar Calveiro. Na seção Notas de Leitura, Edmilson Costa fala de Ascensão e queda do euro, de Jorge Figueiredo; Carla Ferreira trata de O capitalismo dependente latino-americano, de Vânia Bambirra; e a obra de Sofia Manzano, Economia política para trabalhadores, é tema de Cesar Mangolin. Na seção Poesia, o professor de Literatura Flávio Aguiar traduz e apresenta, nos quarenta anos do Golpe de Estado chileno, o poema “Sempre”, de Pablo Neruda.

Margem Esquerda 21

Ficha técnica
Título: Margem Esquerda 21
Autores: Diversos
Editora: Boitempo
Ano da publicação: 2013
Páginas: 152
Preço: R$ 28,00

Esse post foi publicado em Revistas e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s