Amílcar Cabral e a crítica ao colonialismo

“Amílcar Cabral foi o responsável pela mais bem-sucedida adaptação do marxismo crítico e criativo à realidade da África Negra. Dissecou os clássicos do marxismo, fez um estudo criativo das classes sociais e desenvolveu uma forma de luta própria contra o regime de espoliação colonial. Diante de um regime feroz e assassino, se ergueu com a crítica das armas e as armas da crítica para conduzir à vitória o Partido Africano da Independência de Guiné-Bissau e Cabo Verde (…).

É no interior deste pensamento complexo e único que a análise de Patricia Villen ganha força. Seu livro transcende os muros acadêmicos pela temática, pelas opções teóricas e pela coragem intelectual. Sua linguagem não deixa dúvidas: o colonialismo português não foi brando nem ‘civilizado’, e sim uma técnica de extração forçada de excedente econômico e de dominação racista.” (Lincoln Secco)

Fonte: site da editora Expressão Popular

Amilcar Cabral e a critica do colonialismo

Ficha técnica
Título: Amílcar Cabral e a crítica ao colonialismo
Autora: Patricia Villen
Editora: Expressão Popular
Ano da publicação: 2013
Páginas: 224
Preço: R$ 20,00

Esse post foi publicado em Livros e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s