O longo bonapartismo brasileiro

“Distanciando-se de interpretações celebratórias, mas, igualmente, diferenciando-se da crítica politicamente interessada em desconstruir o varguismo, o livro O longo bonapartismo brasileiro (1930-1964), de Felipe Demier, propõe uma interpretação de conjunto para a origem e a trajetória histórica de um regime que atravessou momentos muito diferentes. Trata-se de uma tarefa de enorme complexidade. O autor alcançou uma interpretação sintética da relação entre as classes subalternas, os sindicatos e o aparelho de Estado cujos fundamentos teóricos não poderiam deixar de repousar na análise de Marx sobre a curta existência da Segunda República Francesa. Por meio da atualização do conceito de bonapartismo, o autor foi capaz de apreender as complexas relações entre as diferentes forças sociais em presença, em um país em ritmo alucinante de transformação.”

(Trecho da quarta capa assinada por Ruy Braga)

Longo Bonapartismo

Ficha técnica
Título: O longo bonapartismo brasileiro (1930-1964): um ensaio de interpretação histórica
Autor: Felipe Demier
Editora: Mauad
Ano da publicação: 2013
Páginas: 248
Preço: R$ 54,80

Esse post foi publicado em Livros e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s